O meu jogo preferido: Associação Tagliari e Círculo Militar de Curitiba (1980)

Relembro aqui resenha que foi publicada originalmente no semanário mourãoense Entre Rios, em março de 2006. 

Algum tempo atrás, conversando com o Marcelo Silveira ele relembrou alguns jogos em que me destaquei atuando pela Fertimourão ou pela Seleção de Campo Mourão. O filho do saudoso seu Bertier lembrou até de alguns jogos que eu nem recordava mais. 

Mostro novamente o texto abaixo por que o jogo diante do Círculo Militar de Curitiba, na partida que decidiu o título estadual de 1980 e garantiu o bicampeonato paranaense para a Associação Tagliari, é o que guardo como o meu preferido, aquele que gostaria de ter salvo em DVD. 

Associação Tagliari: Bicampeã Paranaense 1979/80

Chegamos a Guarapuava com a missão de manter o título de campeão, conquistado no ano anterior em Paranavaí. Alojamo-nos numa sala do próprio ginásio de esportes onde aconteceria a competição. Uma semana inteira de competição, uma semana toda de chuva e no alojamento não havia um só canto que não gotejasse.

Valmar de Maringá, Guarapuava, AABB e Transbussadori, ambas de Londrina, e Círculo Militar de Curitiba foram nossos adversários. Éramos as seis melhores equipes paranaenses sem dúvida alguma, com destaque para o Círculo Militar que contava com um jogador da Seleção Brasileira (Didu) e com uma estrutura de causar inveja até nos dias de hoje. Contrastando com nosso precário alojamento, eles se hospedaram no melhor hotel guarapuavano.

Época de muito amadorismo, nossa equipe contava apenas com o patrocínio da própria família Tagliari e, por isso, economizávamos em tudo que podíamos. E ainda contávamos com inconvenientes (na verdade, compromissos com seus empregos) que impediam que alguns de nossos atletas participassem desde o início da competição. Apenas nos dois últimos jogos contamos com a equipe completa (Hélio Ubialli, então funcionário do Banco do Brasil e apaixonado pela modalidade, conseguiu a liberação dos jogadores em seus empregos e ainda os levou até Guarapuava). 

Um a um os adversários foram sendo derrotados!

Quatro a dois sobre a Valmar (com três gols de sem-pulo do Ione Sartor, como só ele sabia fazer!) foi o resultado da nossa estréia. 

Tagliari e AABB de Londrina, que praticamente decidiu quem enfrentaria o Círculo Militar no jogo final, foi inesquecível. Perdíamos por três a um quando o Severo Zavadaniak, um dos que o Ubialli tinha liberado, entrou e, com quatro golaços, virou o jogo para cinco a três. Onde anda o Severo? 

No jogo final contra o Círculo Militar, vitória simples de qualquer uma das equipes daria o título para a vencedora. Empatando, a AABB de Londrina seria a campeã. (Um acordo de bastidores entre londrinenses e curitibanos, com a conivência da Federação, firmou-se que em caso de empate, uma melhor de três pontos seria disputada entre eles para definir o campeão estadual).

Não demos essa chance a ele! Vencemos por dois a zero (um meu, outro do Carlão Tagliari) e conquistamos o bicampeonato e o direito de disputar a Taça Brasil de Clubes Campeões, no ano seguinte em Cuiabá, onde fizemos ótima campanha e ficamos entre os seis melhores clubes do Brasil. Isso tudo com uma estrutura amadora, patrocínio familiar, muito amor á camisa e contando apenas com atletas locais.

Silvio Cintra, David Cardoso, João Miguel Baitala, “Beline” Fuzeto, Carlão Tagliari, Luizinho Ferreira Lima, Severo Zavadaniak, Raudilei Pereira, Ione Sartor e Itamar Tagliari participaram daquela conquista. E o Hélio Ubiali e todas as nossas famílias, é claro!

(A foto abaixo mostra a Associação Tagliari em jogo amistoso realizado em Campo Mourão pouco depois das disputas em Guarapuava. Acho que recebemos faixas de campeões nesse dia).

Associação Tagliari - 1980
em pé (da esq. para a direita): Itamar Tagliari, Augustinho Vecchi, Paulo Gilmar Fuzeto, Severo Zavadaniak, Raudilei Pereira, Silvio Carvalho Cintra, João Miguel Baitala (in memorian) e Itachir Tagliari (in memorian)
agachados: Antonio Admir "Beline" Fuzeto", Irineu Luiz "Luizinho" Ferreira Lima, Pedro Ivo Szapak, Ione Paulo Sartor e Carlos Alvaro "Carlão" Tagliari 

Emancipator - Maps


Douglas "Doug" Appling (27/05/1987), mais conhecido pelo seu nome artístico Emancipator, é um produtor americano e DJ baseado em Portland, Oregon.


Maps é faixa do álbum Soon It Will Be Cold Enough, lançado em 2006.

Passageira é retirada de avião após embarcar com porco de estimação


Uma mulher foi retirada, na semana passada, de um avião da US Airways por um motivo surreal: ela havia embarcado em Connecticut (EUA) - como foi que permitiram? - com um imenso porco de estimação. Um suíno de mais de 30 quilos!

O porco, que estava preso a um assento, acabou ficando agitado a bordo e despertando a atenção de outros passageiros. Jonathan Skolnik, professor da Universidade de Massachusetts Amherst, que estava na aeronave, comentou à ABC News que, inicialmente, achara que a mulher havia embarcado com uma bolsa esportiva.

"Mas não era uma bolsa. Podíamos sentir o cheiro do porco acorrentado. Fiquei horrorizado, e pensei: vou estar a bordo de um avião com um porco?", acrescentou ele.

Antes do surgimento de uma revolta sem controle, comissários retiraram a passageira e o pet suíno do avião.

A American Airlines, que controla a US Airways, disse que a passageira retirada do avião trouxera o porco a bordo como "apoio emocional".

As raças de cavalo mais caras do mundo

Os cavalos têm sido utilizados pelo homem há bastante tempo, seja como meio de transporte, lazer, combater em guerras, trabalhos em fazendas, prática de esportes e etc.

A criação desses animais se tornou um negócio de luxo, a depender da raça, porte físico, linhagem do equino e habilidades específicas de cada raça.

Saiba quais são as raças de cavalos mais caras do mundo:


5° – Mustang

O Mustang é uma raça de cavalos selvagens, nativo da América do Norte.
Esses equinos se destacam pela beleza, porte físico e inteligência. Além disso, costumam viver mais quando comparados a outros cavalos.
Por ser uma raça de cavalos selvagens, os mustangs são protegidos por uma lei nos Estados Unidos.
A lei foi criada pois a espécie estava presentes a entrar em extinção devido ao comércio desenfreado.
Um Mustang pode chegar a custar US$ 4.700.


4° – Paint Horse

O Paint Horse é a raça de cavalos que mais cresce da América do Norte.
Esta raça é originada nos Estados e se destacam por sua inteligência, porte atlético, virilidade e pelagem malhada.
Esses cavalos apresentam pelagem de dois tipos, que são: predominantemente marrom com manchas brancas ou predominantemente branca com manchas marrons.
Por seu porte físico e resistência, esses cavalos são muito usados para o trabalho rural no campo e em fazendas.
Um cavalo Paint Horse pode ser vendido por até US$ 5.000.


3° – Quarto de Milha

O Quarto de Milha também é uma raça que é originária dos Estados Unidos.
Essa raça se caracteriza por serem excelentes corredores, chegando a atingir aproximadamente 90 km/h, sendo ótimos em corridas de curta distância.
Para a prática de esportes, o Quarto de Milha é bastante versátil, sendo o parceiro perfeito em práticas como hipismo, salto, corrida de tambor e etc.
Além disso, são animais amáveis e calmos, sendo perfeitos para passeios e trilhas.
Um quarto de milhas pode chegar a ser vendido por US$ 7.500.


2° – Puro Sangue Inglês

O Puro Sangue Inglês também é considerado um equino com a raça perfeita quando o assunto é corridas, principalmente em longas distâncias.
Isso porque, eles atingem e mantém a velocidade de forma progressiva, sendo a maior velocidade registrada pela raça 77 km/h.
O corpo musculoso e porte físico esbelto explicam a grande velocidade atingida em competições de corrida.
A partir do cruzamento entre éguas inglesas com garanhões turcos, berberes e árabes, a raça Puro Sangue foi desenvolvida na Inglaterra entre o século XVII e XVIII.
Um Puro Sangue Inglês pode custar até US$ 35.000.


1° – Puro Sangue Árabe

Apesar de não ser tão veloz quanto o Quarto de Milha e o Puro Sangue Inglês, o Puro Sangue Árabe é tido como o cavalo mais caro do mundo nos dias atuais.
Estes animais se destacam por sua capacidade de resistência. Por isso, se saem muito bem em corrida de longas distâncias.
Além disso, é uma das raças mais antigas, tendo sido encontrada evidências arqueológicas desa raça que datam de aproximadamente 2500 a.C.
O Puro Sangue Árabe possui participação frequente em hipismo rural, enduro, adestramento e esportes hípicos com salto.
Um animal desta raça chega a custar até US$ 65.000.

[Vídeo] Avião é atingido por raio após decolar


Um Boeing da KLM foi atingido por um raio assim que decolou da pista. O avião saía de Amesterdã, na Holanda com direção a Lima, no Peru. Assista

[ MSN ]

Campo Mourão Basquete e Flamengo, o jogão de hoje no Belin Carolo

Hoje é dia de lotar o Belin Carolo. Dia de Campo Mourão Basquete e Flamengo em jogo válido pelo Novo Basquete Brasil (NBB10). Dia da equipe mourãoense se reabilitar em cima do Mengão.


Campo Mourão Basquete e Flamengo
16/11/17 - às 20h15
ginásio Belin Carolo
Novo Basquete Brasil (NBB10)



Arthur - Copacabana


Arthur Silveira é um cantor brasileiro. (Não encontrei nenhuma informação sobre ele. Ouvi a música no Spotify, encontrei o vídeo e a página dele no Facebook, mas nada sobre a idade, local e data de nascimento e sobre sua carreira como cantor).

Explica essa se puder...

Só pode ser o Gasparzinho...

Censo canino: saiba quais são os nomes de cachorros mais comuns no Paraná


Quem já adotou um melhor amigo canino sabe a dificuldade que escolher o nome do novo companheiro pode ser. Você olha para o rosto do cão, ele olha para você e vocês ficam ali, por minutos, horas ou dias até finalmente chegar a uma decisão. 

Assim como acontece anualmente com os nomes de bebês, a DogHero, uma plataforma digital de hospedagem domiciliar para cães, fez um levantamento de quais são os nomes mais comuns entre os cachorros de todo Brasil. O levantamento foi feito com 280 mil cães, cadastrados na base de dados de clientes da empresa, e trouxe resultados específicos para cada estado. 

No Paraná, por exemplo, os nomes mais populares entre as fêmeas são: Mel, Nina e Mag. Já entre os machos, quem leva o primeiro lugar é Thor, seguido de Fred e Luke. Entre eles, o último lugar fica com Zuca, Zezinho e Zequinha. Já entre elas os nomes menos populares são Ursula, Tchuca e Sindy.


Outra curiosidade é a quantidade de nomes, antes tidos como "de gente", dados aos parceiros caninos. Entre eles estão Diego, Eduardo, Rodolfo, Theodora e Kelly. Além disso, nomes de personagens também são comuns, como Khaleesi, Rambo e Wally. 

Confira abaixo: 

[ Bonde ]

Forbes lista os 10 carros mais caros do mundo


Nestes tempos em que os automóveis andam cada vez mais luxuosos, você já deve ter se perguntado: "Quanto custa o carro mais caro do mundo?" Pensando nisso, a Forbes elaborou uma lista com os 10 carros mais valiosos do planeta. São muitos e muitos milhões de reais reunidos em uma lista só. Comece já a juntar aquele troco do pão, vai que...

1. Aston Martin MA-RB 00 - US$ 3.900.000
Desenvolvido em parceria com a equipe de Fórmula 1 Red Bull Racing, o modelo terá produção limitada entre 99 e 150 unidades de rua e mais 25 exclusivas para as pistas. As primeiras unidades devem ser entregues no começo de 2018, equipadas com um motor V12. Os dados técnicos não foram revelados.

2. Lykan Hypersport - US$ 3.400.000
Criado por uma empresa de Dubai, ele deve ter apenas sete unidades produzidas. O Hypersport já foi estrela de cinema e participou do filme Velozes e Furiosos 7, onde pulou de um prédio para outro com Vin Diesel a bordo. A primeira unidade foi entregue à polícia de Abu Dhabi. O cúmulo da extravagância fica por conta dos faróis de LED com 220 diamantes em cada lado, totalizando 440 diamantes no conjunto ótico dianteiro.

3. Pagani Huayra BC - US$ 2.800.0000
Um dos mais belos automóveis já produzidos, o Huayra BC usa um motor V12 6.0 da Mercedes-AMG, que é capaz de render 750 cv. Seu nome BC vem das iniciais de Benny Caiola, uma pessoa que inspirou o criador da empresa Horacio Pagani e que se tornou o primeiro comprador de um Pagani na história da empresa.

4. Bugatti Chiron - US$ 2.700.000
Sucessor direto do Veyron, o Chiron é a nova aposta da Bugatti para conquistar o dinheiro dos mais abastados. Seu motor W16 entrega absurdos 1.500 cv e faz o superesportivo ir de 0 a 100 km/h em 2,5 segundos. Fabricado em Molsheim, na França, o Chiron terá somente 500 unidades produzidas, a princípio.

5. Koenigsegg Regera - US$ 1.900.000
O mais novo queridinho da marca sueca de supercarros combina um motor V8 de 1.100 cv com três propulsores elétricos de 700 cv (um em cada roda traseira e um no virabrequim). Com isso, o Regera entrega uma potência combinada de 1.500 cv. A produção terá somente 80 unidades. Usando apenas eletricidade, sua autonomia é de 50 km.

6. Zenvo TS1 - US$ 1.800.000
Revelado no Salão de Genebra do ano passado, utiliza um motor V8 com potência estimada em 1.100 cv. Sua produção é limitada a apenas 15 unidades. A tração é traseira e a velocidade máxima é de 375 km/h, limitada eletronicamente.

7. Arash AF10 Hybrid - US$ 1.500.000
Apesar do nome aparentar que o modelo seja árabe, esse superesportivo é inglês. Usa um V8 6.2 de 912 cv, além de mais quatro motores elétricos - um em cada roda - de 1.196 cv. A potência combinada disso são insanos 2.108 cv de potência e aceleração 0-100 km/h em 2,8 segundos.

8. Ferrari LaFerrari Aperta - US$ 1.400.000
Versão conversível do hiperesportivo LaFerrari, a LaFerrari Aperta terá apenas 200 unidades produzidas - que já foram vendidas. O trem de força híbrido une um motor V12 a gasolina de 800 cv e outro propulsor elétrico de 163 cv, que resultam em uma potência combinada de 963 cv. Com isso, o modelo sai da inércia e chega aos 100 km/h em menos de 3 segundos.

9. Mazzanti Evantra Millecavali - US$ 1.200.000
O superesportivo italiano é um dos mais exclusivos da lista. Tiragem limitada a 25 unidades. É equipado com um V8 7.0 biturbo de 1.000 cv. Segundo a fabricante, sua aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 2,7 segundos, com velocidade máxima de 402 km/h.

10. Apollo Arrow - US$ 1.100.000
Revelado durante o Salão de Genebra de 2016, o Apollo Arrow é limitado a apenas 100 unidades. Usa um motor V8 de 4 litros e biturbo emprestado da Audi. Com algumas modificações, é capaz de render 1.013cv e 102kgfm de torque. Esse números podem levar o superesportivo de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos e atingir velocidade máxima de 360km/h.
[ Extra ]

Diante do Minas, o Campo Mourão Basquete estreia em casa nesta 3ª feira


O Campo Mourão Basquete realizará nesta terça-feira (14), às 20h15, no Ginásio Belin Carolo, a estreia em casa no Novo Basquete Brasil (NBB10). A partida será contra o Minas Tênis Clube com expectativa de casa cheia. 

Vice campeão da Copa Avianca, os mineiros venceram (82 a 81) a forte equipe do Vasco na estréia desta edição do NBB. 

Na quinta-feira, dia 16, a equipe mourãoense recebe o Flamengo, equipe que venceu o Campo Mourão nos dois confrontos realizados na edição passada do NBB.

Novidades
A diretoria do Campo Mourão Basquete, através de parceria com a Content, empresa de marketing esportivo, preparou novidades para o torcedor mourãoense nos jogos que serão realizados no Belin Carolo: apresentação de Cheerleaders, área vip, variedades de bebidas e comidas, além da apresentação de mascote do Campo Mourão Basquete. 

Ingressos
Os ingressos estão sendo vendidos no Paraná Super Mercados, Fiorella, Pay Plug e Auto Escola Menon.

Ingressos Online
O mourãoense poderá adquirir o plano sócio torcedor direto no site da Pay Plug

No vídeo abaixo o americano Greg Brown mostra confiança antes da estreia com vitória (77 a 73) diante do Franca e mostra um pouco de sua habilidade. Confira.


Iza e Marcelo Falcão - Pesadão


Isabela Lima (Rio de Janeiro, 03/09/1991) mais conhecida como IZA, é uma cantora e compositora brasileira de pop e R&B.

Marcelo Falcão Custódio (Rio de Janeiro, 31/05/1973) é um músico, vocalista e compositor brasileiro do grupo O Rappa.

Chá de abacaxi: é diurético e emagrece


O abacaxi é rico em vitamina C e contém bromelina, poderosa enzima que facilita a digestão. Por essa razão, ajuda a deixar a barriga chapada.

O chá reduz o apetite, proporciona saciedade, é termogênico e diurético. Ele desintoxica e ajuda a emagrecer.

A casca do abacaxi contém mais nutrientes que a parte comestível, assim, deve ser utilizada na preparação do chá.

Com apenas 40 calorias por copo, ele evita a retenção de líquidos, afina a cinturinha e ainda ajuda para o bom funcionamento do intestino.

Receita
Ingredientes
– Casca de um abacaxi
– 1 litro de água
– 6 folhas de hortelã
– 1 canela em pau
– Adoçante a gosto (dê preferência aos compostos de sucralose ou estévia)

Modo de preparo:
Ferva as cascas do abacaxi na água por aproximadamente dez minutos.
Em seguida, desligue o fogo e acrescente as folhas de hortelã para dar sabor.
Tampe e deixe por mais cinco minutos descansando.
Depois disso, basta bater no liquidificador, coar e adoçar a seu gosto, mexendo com a canela.
No verão ele também é uma delícia se tomado frio…

Mulheres com câncer de mama ganham direito de fazer plástica nos dois seios

Projeto aprovado pelo Senado propõe simetrização das duas mamas, mesmo que o câncer tenha atingido apenas uma


O Senado aprovou no primeiro dia de novembro o projeto de lei da Câmara 5/2016 que torna obrigatório a cirurgia plástica reparadora da mama pelo Sistema Único de Saúde (SUS) nos casos de mutilações decorrentes de tratamento de câncer.

De acordo com a proposta, mesmo que o câncer se manifeste em um seio, a cirurgia deverá ser feita nos dois para garantir simetria. O texto também indicou que quando existirem condições técnicas, a reconstrução da mama deverá ser feita na mesma cirurgia que retirar o tumor. Caso não haja condições, a paciente será encaminhada para acompanhamento e terá garantida a realização do procedimento após alcançar um estado clínico adequado para a cirurgia.

No entanto, durante a apresentação do projeto, na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), foi apresentado um texto substitutivo à proposta. Desta forma, pelo regimento, a ação deverá ser votada mais uma vez pelo plenário do Senado. Em seguida, se aprovada, segue para sanção do presidente Michel Temer.

Além disso, o Senado também aprovou o projeto de lei da Câmara 20/2017, que garante o direito de transporte às mulheres que tenham dificuldade de locomoção para realizar os exames preventivos e de rastreamento de câncer de útero e de mama ou que estejam já estejam em tratamento de câncer pelo SUS. As duas propostas faziam parte da pauta do senado voltada ao Outubro Rosa, mês de conscientização do câncer de mama.

Vira-latas são os cães mais queridos entre os paranaenses


Babi (aqui de casa)
Que o brasileiro tem um coração que pende para o lado dos cãezinhos vira-latas não é novidade, mas e o paranaense? Será que também faz parte do fã clube? 

Bom, apesar de ainda vermos animais abandonados pelas ruas da cidade, um censo canino organizado pela Dog Hero, plataforma de hospedagem domiciliar de cães, mostrou que o coração dos paranaenses é dos vira-latas. 
De acordo com o censo, 27,35% dos cães paranaenses cadastrados na plataforma são "tomba lixo". O número é significativo se comparado ao segundo e terceiro colocados, os cãezinhos da raça shih-tzu, com 9,13%, e da raça lhasa apso, com 8,41%.

Elvira Schen e a Magoo, que nasceu cega
e foi nossa companheira por anos
Já no censo nacional, o pódio muda de composição. Os vira-latas seguem na liderança, com 23,72%; na sequência vêm os shih-tzus, com 10,94%, e os yorkshires, com 7,33%. 

Mas você deve estar aí se perguntando: "e os poodles?". Calma, pessoal! Eles também possuem um número significativo em todo o país. No ranking nacional, eles aparecem em quarto lugar, com 6,10%. Já no estadual, as bolinhas de pelo aparecem em sexto lugar, com 4,5%. 

Os dados completos do censo estão disponíveis no site da Dog Hero.
[ Bonde ]

Mecânica Marcos Futsal - 1988

Mostro timaço que a Mecânica Marcos montou em 1988, nos bons anos do futsal em Campo Mourão. 1988 foi, inclusive, o ano em que conquistamos o título dos Jogos Abertos do Paraná (em 87, ficamos com o vice-campeonato). 

Marcos Henrique Martins, o Marquinhos, foi grande incentivador do futsal mourãoense. Ele continua na ativa em sua Mecânica, mas o futsal hoje para ele é apenas para assistir.

Essa equipe era treinada pelo Pedro Cordeiro, outro grande apaixonado pelo esporte, e reunia a nata do futsal mourãoense. Junto com Arcam, Fertimourão e Joper Tapeçaria faziam duelos memoráveis nos vários campeonatos que eram realizados anualmente na cidade.

A Mecânica Marcos chegou a participar, com destaque, de vários campeonatos estaduais.

Fusca, Tostão, Robertinho e Dirlei foram companheiros meus em seleções mourãoenses. Clique na imagem para ampliar!

Mecânica Marcos Futsal 1988
em pé (da esquerda para a direita): Pedro Cordeiro, Saulo, Robertinho Leitner, Zazula, Dirlei Alves, Helmut Leitner e Marcos Henrique Martins.
agachados: Flávio "Tostão", Zé Vicente, Aurino "Teté" Castilho Vieira, Erivelton "Fusca" e Rosetin.

Devils Blues - Come Fly With Me

Devils Blues foi uma banda de blues polonesa criada por Sebastian Kozlowski.


Come Fly With Me é faixa do álbum Alive, lançado em 2008.




10 iates espetaculares

A

A maior veleiro do mundo, o mega iate ’A’ pertence ao bilionário russo Andrey Melnichenko e foi chamado pela primeira letra do seu nome e do nome de sua esposa, Aleksandra (aliás, ela é a garota na foto ao lado da piscina). ’A’ custou ao proprietário um pouco mais de 300 milhões de dólares e foi projetado pelo famoso designer Philippe Starck. O comprimento do iate é de 120 metros (quase um campo de futebol e uma quadra de basquete juntos). A mansão dos mares tem três piscinas, uma com fundo de vidro, que serve como o telhado para a discoteca, localizada num nível mais abaixo.

O Falcão Maltês

O iate ultra veloz ’O Falcão Maltês’ (Maltese Falcon), parecido com um navio pirata do século XVIII, está equipado com sistemas inteligentes de modo que apenas uma pessoa consiga manejá-lo. Quando segue à toda velocidade pelo mar, mostra um espetáculo bonito e fascinante. Tem muitas opções de entretenimento diferentes: os hóspedes podem praticar esqui aquático; além disso, conta com botes e jet ski e, à noite, é possível assistir a filmes no convés, tomando coquetéis. Tudo isso por um montante ’insignificante’ de 400 mil dólares por semana...


Ruas de Mônaco

Para os bilionários que vivem em Mônaco, que tal levar o principado onde for? O iate ’Ruas de Mônaco’ (Streets of Monaco) ainda é apenas um projeto e, se algum ricaço decidir construi-lo, seria o barco mais ousado de todos. ’Apenas’ 1,1 bilhão de dólares são necessários para a construção. O projeto reúne todas as atrações turísticas: começando pelo cassino Monte Carlo e terminando na famosa pista de Fórmula 1 onde Ayrton Senna costumava reinar.

Azzam

O iate ’Azzam’ obteve, em 2013, o título de maior iate do mundo, com um comprimento de 180 m. O proprietário deste iate de luxo é o Emir de Abu Dhabi e chefe de Estado dos Emirados Árabes Unidos, Khalifa bin Zayed Al Nahyan — a maior parte do petróleo dos Emirados está em Abu Dhabi, daí a origem de tanto dinheiro. Conta com um helicóptero e submarinos a bordo e é frequentado por 500 pessoas. Seus tanques de combustível são tão grandes que é possível fazer uma viagem ao redor do mundo sem ter de parar em nenhum porto. Com certeza, o Khalifa vive tranquilamente e é famoso por seus gestos generosos: quando foi escolhido presidente, aumentou os salários de todos os habitantes do país em 100%.

Jazz

O belo iate ’Jazz’, que se parece com um animal marinho sofisticado e rápido, foi projetado pela famosa arquiteta britânica-iraniana Zaha Hadid. O aspecto vanguardista do navio com certeza fará com que todos os milionários e as estrelas de cinema, que costumam passear por iates clássicos, fiquem de queixo caído.

Dubái

Este barco não é o mais caro, custa ’apenas’ 350 milhões de dólares. No entanto, é um dos mais bonitos: é decorado com mosaicos, possui móveis com acabamento luxuoso e obras de arte. Ele pertence ao xeique Mohammed bin Rashid Al Maktoum, governador do Emirado de Dubai e primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos — o presidente dos Emirados é o Khalifa Zayed, dono do iate que mostramos acima. O Dubai, geralmente, fica numa ilha artificial chamada ’Logo Island’, em forma de uma folha de palmeira, que também pertence ao xeique Mohamed. Será que, nos finais de semana, os dois governantes saem juntos pra dar uma volta com seus brinquedos?

Skyback
  
O ’Skyback’ é um bebê em comparação com outros iates desta seleção: ele mede ’apenas’ 80 metros de comprimento — quase o equivalente a um quarteirão. No entanto, o luxo de suas cabines e de seus salões é impressionante. Ele também conta com uma academia, um spa e, o mais fascinante, uma piscina no terraço. No inverno, ou em locais frios, ela pode ser coberta com uma cúpula transparente e, durante a noite, é possível fazer festas na discoteca.

Eclipse

O ’Eclipse’ é um dos iates mais caros e luxuosos do mundo. Seu custo é de 1,2 bilhão de dólares. Ele pertence ao bilionário russo Roman Abramovich, que sabe como viajar com bom gosto e luxo. Este mega iate possui uma sala de concertos, um cinema, uma adega, duas piscinas, uma das quais se torna uma pista de dança. Conta com dois helicópteros, quatro barcos, 20 jet skis e, vejam só, um submarino para 12 pessoas.

Tropical Island

Por enquanto, o Tropical Island Paradise é apenas um projeto. A ideia é para todos aqueles para quem uma ilha não parece ser o suficiente e para as pessoas que sonham em flutuar com ela. É uma aldeia tropical em miniatura, com casinhas e palmeiras. A cabine do proprietário ficará em um ’vulcão’, do qual jorra uma cachoeira em direção à piscina. E os hóspedes poderão viver nas simpáticas cabanas.

Palladium

Este iate futurista pertence a outro bilionário russo, Mikhail Prokhorov. É decorado com muito bom gosto e luxo, fazendo com que ’inveja’ não seja uma palavra forte o suficiente para descrever o que os outros podem sentir ao vê-lo. Por exemplo, ele possui uma pia incrivelmente bem-feita de... âmbar. Em 2010, o ’Palladium’ ganhou um prêmio pelo melhor design de interior em iate.

Kohei Ohmori e suas incríveis telas feitas apenas com lápis


Este é o trabalho do japonês Kohei Ohmori, de 22 anos. Ele usa uma técnica muito legal que cria imagens incrivelmente realistas usando apenas lápis. Dá uma olhada nos trabalhos dele.











Concursos públicos em Portugal. Brasileiro pode se inscrever


Sabia que brasileiros podem se candidatar a concursos públicos em Portugal? Veja passo a passo como encontrar concursos públicos em Portugal e como se candidatar. Assim como no Brasil, o concurso público traz estabilidade, o que pode ser fundamental para quem quer começar uma vida em outro país. 

Sites de concursos públicos em Portugal:

BEP  – Bolsa de Emprego Público é um site que reúne a maior parte dos concursos públicos em Portugal.

DGAE –  A Direção Geral da Administração Escolar pública regularmente em seu site os concursos públicos em Portugal para professores e cargos administrativos escolares.

BASE –  O site BASE disponibiliza quase 30 mil contratos e licitações públicas em Portugal, que podem ser consultados por qualquer pessoa.

ESPAP  – No site da Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública, você vai encontrar concursos abertos de compras públicas.

ACSS –  Para quem procura concursos públicos em Portugal na área da saúde/medicina o Portal da Administração Central do Sistema de Saúde disponibiliza uma lista dos concursos abertos.

Para que um brasileiro possa ocupar um cargo público em Portugal é necessário seguir dois requisitos básicos:

Igualdade de Direito
O Estatuto da Igualdade de Direito é um acordo entre Brasil e Portugal, o qual garante a brasileiros e portugueses os mesmos direitos de um cidadão local nos dois países. Assim, os brasileiros podem prestar concurso público (e seguir carreira política) em Portugal, e portugueses têm o mesmo direito no Brasil. Para solicitar a igualdade de direito, é preciso se dirigir ao SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras) com cópia do título de residência e certificado de nacionalidade (emitido pelo consulado Brasileiro).

Validar diploma em Portugal
Assim como no Brasil, os concursos públicos exigem um grau de escolaridade mínimo de acordo com a função que vai ser exercida. É necessário validar os diplomas (de ensino médio e/ou superior) em Portugal para comprovar que é habilitado para exercer as funções necessárias.